ENTRETENIMENTO

"Amor à vida": um final para se emocionar



"Amor à vida" terminou em grande estilo, a trama de Walcyr Carrasco emocionou a todos no seu derradeiro capítulo, que foi ao ar ontem, sexta-feira (31), além do beijo gay, o primeiro em uma novela da Globo, que entrou para a história da teledramaturgia brasileira, o grande final de Félix (Mateus Solano) e César (Antônio Fagundes) emocionou a todos. Assista.

Walcyr, inteligente, deixou essa esperada reconciliação para o final e com isso acabou fugindo do clichê (vamos combinar, que na maioria dos finais de folhetins sempre tem aquele beijo romântico entre o casal protagonista selado com a palavra "fim", ainda bem, que isso tem mudado ultimamente), bom, mas com eu ia dizendo, o final de "Amor à vida" foi lindo, emocionante e delicado (isso mesmo, todos esses adjetivos).

Com o diálogo entre e Félix e César: "'Sabe pai, te amo!' 'Também te amo meu filho!'" "Amor à vida" chegou ao fim, com aquilo, Walcyr deixou claro que entre aquelas palavras não cabia mais nada, não precisava de mais nada.

E a novela vai deixar saudades, especialmente, Félix, como disse minha amiga Andrea Lima de Oliveira: " O Brasil chorou com Félix... Adeus, criatura!!!! Devo ter cortado cebola no prato da Santa Ceia para me emocionar assim!!!"

Fonte: OpenBrasil.org
Foto: Reprodução

Postagens mais visitadas