Entretenimento: Ex-BBB Juliana é pivô de escândalo político nos EUA

Ex-BBB Juliana é pivô de escândalo político nos EUA



Juliana Lopes Leite, ex-participante da quarta edição do “Big Brother Brasil”, estaria envolvida em um escândalo de corrupção nos Estados Unidos.

Robert Menendez, senador do partido Democrata, é acusado de usar tráfico de influência para conseguir "green cards" - documento que garante a permanência indefinida no país - para três moças. Uma delas a ex-sister.

Tudo porque a brasileira, a ucraniana Svitlana Buchyk e uma dominicana seriam amantes de Salomon Melgen, oftalmologista famoso entre os americanos e um dos maiores doadores de campanha do senador.

De acordo com o jornal "New York Post", Melgen - que é casado -, teria pedido ao político para ajudar Juliana a conseguir a permissão para continuar nos Estados Unidos.

Já para a ucraniana o senador teria garantido uma consulta com um cirurgião plástico. Para a dominicana ele teria pedido que a embaixada revertesse a decisão de cancelar seu visto e o de sua irmã, de 18 anos.

E ainda tem mais! Menendez teria feito os favores para as supostas amantes do oftalmologista em troca de quase US$ 1 milhão (cerca de R$ 3 milhões) em doações de campanha.

Se as acusações forem comprovadas, o político poderá pegar mais de 15 anos de prisão.

Em tempo: Atualmente, Juliana trabalha como advogada e corretora de imóveis em Miami, nos Estados Unidos. A moça confirmou à publicação que conhece Melgen, mas não comentou a respeito da polêmica.

Formada em Direito em 2010, Juliana afirmou que usou o dinheiro que ganhou com suas duas capas da revista "Sexy" para pagar os estudos no exterior. A outra parte foi paga pela fundação sem fins lucrativos de Melgen.

Fonte: MSN
Foto: Divulgação
Página anterior Próxima página