Entretenimento: Roberto Justus diz que não seria feliz com filho gay, mas apoiaria: 'Desgostoso'

Roberto Justus diz que não seria feliz com filho gay, mas apoiaria: 'Desgostoso'



Caminhando para o seu quinto casamento, agora com a modelo Ana Paula Siebert, o empresário e apresentador Roberto Justus participou neste sábado (18) do quadro "Elas Querem Saber", do "Programa Raul Gil", do SBT. Sob a mira de Thammy Miranda, Val Marchiori, Lidya Sayeg e Penélope Nova, Justus foi questionado sobre vários assuntos polêmicos.

Ao ser perguntado sobre como reagiria se tivesse um filho gay, o apresentador assumiu que não seria feliz, mas apoiaria o filho. "Seria desgosto. Eu preferia ver os meus filhos formarem o lar como eu formei. Eu não ia curtir, mas ia dar o maior apoio do mundo. Não ia me deixar feliz, mas aceitaria. Jamais mandaria embora de casa por ser homossexual", disse ele, que é pai de quatro filhos e terá a filha, Rafaella Justus, como dama de honra do casório.

Fruto do seu casamento com Ticiane Pinheiro, de quem ainda continua amigo, a ex-mulher também foi assunto da roda de perguntas. A socialite Val Marchiori levantou a suspeita de que ele teria traído a apresentadora enquanto eles ainda eram casados, mas foi rebatida por Roberto Justus. "A Tici e eu nos separamos em abril, anunciamos em maio e comecei a sair com Ana Paula em junho".

Fonte: MSN
Foto: A/D
Página anterior Próxima página