Entretenimento: Novo 'Jogos vorazes' arrecada menos que o esperado nos cinemas dos EUA

Novo 'Jogos vorazes' arrecada menos que o esperado nos cinemas dos EUA



"Jogos vorazes: A esperança - O final" dominou as bilheterias do cinema norte-americano neste fim de semana, com o último filme da franquia de ficção científica arrecadando US$ 101 milhões (mais de R$ 374 milhões).

Isso torna a arrecadação a quinta maior do ano em uma estreia, mas não foi uma a despedida para Jennifer Lawrence e sua Katniss Everdeen prevista por alguns. O resultado fica aquém de pesquisas que projetavam que o filme chegaria a US$ 120 milhões (mais de R$ 444 milhões) em seu fim de semana inicial nos cinemas.

Isso também representa uma baixa para a série, muito aquém da marca de US$ 158,1 milhões (quase R$ 586 milhões) estabelecida em 2013 por "Jogos Vorazes - Em Chamas". É um sinal, talvez, de que o interesse pelo mundo distópico de Panem já tenha atingido seu nível máximo.
O último capítulo da fraquia "Jogos vorazes" estreou no Brasil na última quarta-feira (18), com desfecho óbvio, mas que respeita a trama dos livros.

Os investidores do Lionsgate, estúdio por trás da série, reagiram negativamente à notícia de que "A Esperança - O Final" ficaria abaixo das projeções, fazendo as ações da empresa caírem mais de 3 por cento na sexta-feira (20).

A série ganhou espaço no exterior, captando US$ 147 milhões (R$ 544 milhões) depois de estrear em quase todos os territórios estrangeiros significativos, incluindo a China. O Lionsgate gastou quase US$ 200 milhões (cerca de R$ 741 milhões) para fazer e comercializar o filme.
Com "A Esperança - O Final" sugando a maior parte da atenção, os novos lançamentos, "The Night Before", da Sony, e "Olhos da justiça", da STX/IM Global, lutaram para obter algum reconhecimento.

Fonte: G1
Foto: Reprodução Paris Filmes
Página anterior Próxima página