Entretenimento: Morre Ken Howard, ator e presidente do sindicato de atores dos EUA

Morre Ken Howard, ator e presidente do sindicato de atores dos EUA



O ator e presidente do sindicato de atores americano (SAG-AFTRA), Ken Howard morreu aos 71 anos nesta quarta-feira (23), em Los Angeles, informou a instituição.

Seu papel foi fundamental para a fusão em 2012 entre o SAG, que dirigia desde 2009, com a Federação de Artistas de Rádio e Televisão do país (AFTRA). A nova organização representa cerca de 160 mil intérpretes.

"Ken foi um líder que nos inspirou e [sua morte] é uma grande perda para a SAG-AFTRA", manifestou a atriz Gabrielle Carteris, uma das estrelas da série "Beverly Hills, 90210" (1990-2000) e membro da instituição. "Foi uma luz que nunca se apagou, nos guiou em momentos tumultuosos e pôs o sindicato no caminho da excelência. Sempre estaremos em dívida com ele."

Howard entrou para a história por seu papel na série de televisão "The White Shadow" (1978-1981), em que interpretou um treinador de basquete negro em uma escola de estudantes afro-americanos em sua maioria.

Seu personagem, Ken Reeves, era inspirado em sua própria experiência. Antes de se tornar um ator bem-sucedido, brilhou na liga estudantil de basquete dos Estados Unidos.

Também interpretou o advogado Garrett Boydston, na mítica "Dynasty" (1981-1989), e em seu "spin-off" "The Colby" e participou de "Murder, She Wrote" (1985-1994), com Angela Lansbury, e "Melrose Place", uma das séries mais famosas da década de 1990.

Em 1970, Howard ganhou um Tony pela obra "Child's Play", que representou na Broadway. Em 2009, levou um Emmy por seu papel na minissérie "Grey Gardens".

Nos últimos anos, atuou em filmes como "Conduta de risco" (2007), "Rambo IV" (2008) e "O juiz" (2014), entre outros. Seu último trabalho foi "Joy: o nome do sucesso".

Fonte: G1
Foto: Mike Blake - 18.jan.2014/Reuters
Página anterior Próxima página