Entretenimento: 'Minha luta', de Adolf Hitler, esgota na Feira do Livro de Lisboa

'Minha luta', de Adolf Hitler, esgota na Feira do Livro de Lisboa



Os exemplares do livro "Minha luta" ("Mein kampf", no original alemão), que contém o ideal político de Adolf Hitler, foram esgotados na Feira do Livro de Lisboa, que terminou nesta segunda-feira (13), informa a editora local da obra, Guerra & Paz.

Escrito por Hitler entre 1924 e 1926, o tratado político de dois volumes fala sobre uma conspiração judaica global. "Minha luta" é considerado uma das principais ferramentas de propaganda nazista.

Os direitos de reprodução do texto, banido pelos Aliados no fim da Segunda Guerra Mundial, expirou no final de 2015. Desde então, "Minha luta" está sendo reeditada no mundo inteiro.

Em Portugal, a obra já vai para a segunda edição – com o texto integral e a análise de um especialista português – e avançará com uma terceira reimpressão, após se transformar em sucesso de vendas para a editora.

Grande parte destas vendas se concentraram na Feira do Livro de Lisboa, onde foram vendidas centenas de exemplares.

As vendas de "Minha luta" representaram 20% das alcançadas com a trilogia dos livros que estão na base das grandes tragédias do século XX, que inclui a obra de Hitler, o "Manifesto comunista", de Marx e Engels, e "O livro vermelho", de Mao Tsé-Tung.

A primeira edição de "Minha luta" foi publicada em 1924 e, até a queda do Terceiro Reich, foram impressos cerca de 12 milhões de exemplares.

Até o início de 2016, não havia novas edições porque os direitos de priedade intelectual estavam em mãos do Estado da Baviera. No entanto, a obra era acessível tanto em edições em inglês como em livrarias antigas, já que sua venda nunca esteve estritamente proibida.

Fonte: G1
Foto: AFP Photo/Jim Watson
Página anterior Próxima página