Entretenimento: Festival de Veneza terá Wim Wenders, Natalie Portman e Terrence Malick

Festival de Veneza terá Wim Wenders, Natalie Portman e Terrence Malick



O Festival de Cinema de Veneza revelou nesta quinta-feira (28) uma repleta constelação para sua 73ª edição anual, com algumas das principais estrelas de Hollywood em uma ampla seleção de filmes.

O mais antigo festival de filmes do mundo será aberto com “La La Land”, de Damien Chazelle, estrelando Emma Stone e Ryan Gosling em uma comédia-dramática romântica musical sobre um pianista de jazz que se apaixona por uma aspirante a atriz em Los Angeles.

A concorrência pelo maior prêmio envolve 20 filmes (veja a lista completa abaixo), incluindo "The Bad Batch”, de Ana Lily Amirpour, uma comédia de humor negro sobre canibais em uma zona devastada no Texas, e o suspense "Nocturnal Animals”, de Tom Ford, estrelando Jake Gyllenhaal e Amy Adams.

O diretor sérvio Emir Kusturica também disputará o Leão de Ouro com seu filme "Na Mlijecnom Putu" (“Na Estrada Láctea”), estrelando ele mesmo e Monica Bellucci em uma história sobre guerra, amor e a vida como um monge recluso.

Outros filmes incluem "Les Beaux Jours d'Aranjuez”, do diretor alemão Wim Wenders; “Arrival”, do cineasta canadense Denis Villeneuve; "Brimstone”, do holandês Martin Koolhoven; “Rai”, do russo Andrei Konchalovsky e “Voyage of time”, do americano Terrence Malick.
O filme “Jackie”, de Pablo Larrain, que estrela Natalie Portman como a primeira-dama Jacqueline Kennedy após o assassinato de seu marido, foi acrescentado à competição de última hora.

Filmes têm abordagem sutil
O diretor artístico do festival, Alberto Barbera, disse que os filmes deste ano falam sobre temas universais, mas adotam uma abordagem mais sutil e menos gráfica para descrever a vida cotidiana, a violência e a pobreza, em comparação a outras edições.
“Os grandes temas, questões filosóficas e existenciais, desta vez são abordados com cineastas se distanciando da brutalidade da realidade”, disse ele em coletiva de imprensa ao anunciar os filmes concorrentes.

“Então, não há mais cenas da vida cotidiana ou cenas das guerras de hoje, mas os grandes temas ainda estão lá. Não é um escape do mundo contemporâneo, e sim um reflexo do mundo de hoje de uma maneira diferente.”
O diretor britânico Sam Mendes, conhecido pelos filmes de James Bond como "Skyfall" e "Spectre”, encabeçará o júri deste ano. O festival vai de 31 de agosto a 10 de setembro.

Filmes da mostra competitiva
“The Bbd batch”, Ana Lily Amirpour (EUA)
“Une vie”, Stephan Brizé (França, Bélgica)
“La La Land”, Damien Chazelle (EUA)
“The light between oceans”, Derek Cianfrance (EUA, Austrália, Nova Zelândia)
“El ciudadano ilustre”, Mariano Cohn, Gaston Duprat (Argentina, Espanha)
“Spira Mirabilis”, Massimo D’Anolfi, Martina Parenti (Itália, Suíça)
“The woman who left”, Lav Diaz (Filipinas)
“La region salvaje”, Amat Escalante (México)
“Nocturnal animals”, Tom Ford (EUA)
“Piuma”, Roan Johnson (Itália)
“Rai”, Andrei Konchalovsky (Rússia, Alemanha)
“Brimstone”, Martin Koolhoven (Holanda, Alemanha, Bélgica, França, Reino Unido e Suécia)
“On the milky road”, Emir Kusturica (Sérvia, Reino Unido, EUA)
“Jackie”, Pablo Larraín (EUA, Chile)
“Voyage of time”, Terrence Malick (EUA, Alemanha)
“El Cristo ciego”, Christopher Murray (Chile, França)
“Frantz”, François Ozon (França)
“Questi giorni”, Giuseppe Piccioni (Itália)
“Arrival”, Denis Villenueve (EUA)
“The beautiful days of Aranjuez”, Wim Wenders (França, Alemanha)

Fonte: G1
Foto: Eric Gaillard/Reuters
Página anterior Próxima página